Programa da Prefeitura de São Paulo reconhece ações de cidadania (Foto Divulgação)

Organizações voltadas ao público sênior recebem Selo de Direitos Humanos e Diversidade

Organizações que defendem os direitos das pessoas idosas estiveram entre os agraciados pelo Selo de Direitos Humanos e Diversidade, concedido pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) de São Paulo. A cerimônia de premiação da terceira edição do Selo aconteceu na última sexta-feira, dia 4 de dezembro, de forma virtual em razão da pandemia de Covid-19.

Receberam o Selo, pela defesa dos direitos das pessoas idosas, as organizações 50 mais Ativo, 50 Mais Courier Senior, Dínamo Editora, INTEMSA, ISGAME – International School of Game, Maturi Ontex do Brasil, TeleHelp, Walking Football Brasil – AWFB, B’nai B’irth São Paulo. Casa de Idosos de Ondina Lobo Convita Instituto Pinheiro e Instituto Velho Amigo.

Nesta terceira edição do Selo houve um número recorde de organizações reconhecidas: foram 147 organizações agraciadas com o Selo, sendo 65 empresas, 77 entidades do 3º setor, 3 órgãos públicos e 2 grupos de organizações. Elas foram premiadas em 11 diferentes categorias: Igualdade Racial; Imigrantes; Juventude; LGBTI; Mulheres; Criança e Adolescente; Egressos do Sistema Prisional e Pessoas Privadas de Liberdade; Pessoas com Deficiência; Pessoas em Situação de Rua; Pessoas Idosas; e Transversalidades.

“O Selo de Direitos Humanos e Diversidade foi criado para incentivar empresas, entidades da sociedade civil e órgãos do poder público a pensar e praticar a inclusão dentro de suas estruturas organizacionais. Promover uma sociedade mais justa, democrática e que respeite todas as pessoas em especial as mais vulneráveis é um ato diário de respeito ao próximo. A cidade de São Paulo referenda as boas práticas humanitárias e que têm replicabilidade no municipio. A agenda social é nossa prioridade”, explicou a secretária municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, Ana Claudia Carletto.

O Selo de Direitos Humanos e Diversidade – instituído pelo Decreto n° 58.180, de 05 de abril de 2018 – é um programa da Prefeitura de São Paulo que reconhece boas práticas de inclusão, gestão da diversidade e promoção dos direitos humanos em empresas, órgãos públicos e organizações do terceiro setor.

“A conquista do Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade é um grande reconhecimento para toda a equipe ISGAME de um trabalho sério na busca constante da melhora da saúde mental e qualidade de vida para todos!”, comentou Fabio Ota da ISGAME, uma das organizações contempladas, por seu Projeto Cérebro Ativo.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais
Conscientização sobre a violência contra a pessoa idosa