As novas demandas da população idosa impõem desafios ao atendimento proporcionado pelos gerontólogos. Imagem de truthseeker08 por Pixabay.

“Desafios da Gerontologia” é tema de evento da Unicamp

Encontro online gratuito aborda ciência, empreendedorismo e oferece até oficinas para o público 60+.

O Programa de Pós-graduação em Gerontologia da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) promoverá de 17 a 19 de novembro o II Geronto Meeting, evento na modalidade online com o tema “Desafios da Gerontologia no Brasil: pós-graduação, pesquisa e empreendedorismo”.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até esta segunda-feira (dia 15). Os inscritos receberão o link de acesso ao encontro, que será transmitido pelo canal no YouTube da FCM. A organização informa que certificado de participação será emitido apenas para quem confirmar presença em lista todos os dias do evento.

Embora tenha um perfil acadêmico, o seminário oferecerá uma oficina para que o público 60+ em geral possa aprender sobre nutrição, exercícios físicos e até como se prevenir contra as fake news nas redes sociais, entre outras atividades.

“Temos como foco trazer o que há de mais inovador na pesquisa científica para a comunidade, não só a acadêmica, mas também aquela que atua diretamente com a população idosa, os profissionais, os cuidadores”, afirma a Profa. Dra. Lúcia Figueiredo Mourão, docente do programa de pós-graduação da Unicamp e coordenadora do II Geronto Meeting.

De acordo com ela, essa preocupação de aproximar a ciência do público da Gerontologia existe desde os primeiros eventos científicos promovidos no âmbito do programa pela professora Anita Neri, a partir de 1997, e norteou a primeira edição do Geronto Meeting, em 2019, realizada deforma presencial.

Profa. Dra. Lúcia Figueiredo Mourão

Foi Anita Liberalesso Neri, professora colaboradora no Departamento de Psicologia Médica e Psiquiatria da FCM-Unicamp quem, em 1997 liderou o grupo de professores que presidiu a instalação do Programa de Pós-Graduação em Gerontologia na Unicamp, o primeiro em seu gênero no Brasil. Uma das principais referências no país em estudos sobre o envelhecimento, qualidade de vida e condições de saúde em idosos, Anita é desde então docente no programa.

Epidemiologia

O painel de abertura do encontro, “Estudos Epidemiológicos em Gerontologia: novas perspectivas em análises estatísticas”, traz as palestras “Estudos epidemiológicos do envelhecimento”, pela Profa. Dra. Maria Fernanda Lima-Costa, da Fundação Oswaldo Cruz em Minas Gerais, e “Quais são os novos métodos estatísticos utilizados em estudos epidemiológicos?”, pelo Dr. Daniel Eduardo da Cunha Leme, da FCM-Unicamp.

Ainda em seu primeiro dia, o evento abordará o tema “Escrita científica”, por meio das palestras “Bloqueio da escrita na pós-graduação: Questões teóricas e práticas para uma vida acadêmica mais satisfatória”, pelo Prof. Dr. Robson Nascimento da Cruz, do Departamento de Psicologia da PUC Minas; “O processo de escrita e a produção de textos acadêmicos”, pela Profa. Dra. Paula Teixeira Fernandes, da Faculdade de Educação Física e FCM da Unicamp; e “Revisão de textos científicos”, pelo Prof. Dr. Gilson Luiz Volpato (FMUSP).

Empreendedorismo na Gerontologia

Em seu segundo dia, o Geronto Meeting terá duas mesas redondas. A primeira, “Como empreender na Gerontologia”, terá as participações da Profa. Dra. Luciane Meneguin Ortega (“Introdução ao empreendedorismo: fundamentos para inovar na Gerontologia”); do embaixador Aging Brasil e América Latina Sergio Werther Duque Estrada (“O papel do Aging 2.0 no Ecossistema Empreendedor da Longevidade”); do empresário e Prof. Dr. Fábio Ota (“Como o PIPE-FAPESP pode financiar a sua ideia de negócio? Conheça o case da IS Game”); e de Adilson Lima da Silva (“Conselho Estadual do Idoso e Fundo Estadual do Idoso, perspectivas de novos editais”).

“Saúde física e mental na pós-graduação”, a segunda mesa redonda, abordará os temas “Saúde mental na pós-graduação: precisamos falar sobre isso”, com a Profa. Dra. Tânia Maron Vichi Freire de Mello (SAE-Unicamp); “Saúde física na pós-graduação: a importância do cuidado integral em saúde”, com o Prof. Dr. Marco Carlos Uchida (FEF-Unicamp); e “A literatura na saúde mental”, com o Prof. Ms. Victor Henrique da Silva Menezes (FCM-Unicamp).

A programação do dia 18 inclui também palestras sobre três temas: “Desafios na divulgação científica e do envelhecimento”, “Resiliência durante e após a pandemia” e “Futuro da pesquisa em Gerontologia: a produção científica em resposta às necessidades da sociedade”.

A primeira traz as contribuições da Profa. Dra. Deusivania Vieira da Silva Falcão (EACH-USP) a respeito do uso das mídias sociais para a visibilidade do envelhecimento e divulgação do conhecimento científico, e de Mórris Litvak (CEO & Founder Maturi), que falará sobre o uso das mídias sociais no empreendedorismo e no combate ao ageismo. O segundo tema será apresentado pela Dra. Arlete Portella Fontes e o terceiro pela Profa. Dra. Carla Helena Augustin Schwanke (PUC-RS).

Idosos na pesquisa e nas mídias digitais

Mesas redondas e palestra também compõem a programação do último dia do evento. O debate intitulado “Participação dos idosos nas pós-graduações e na pesquisa” terá as presenças da Profa. Dra. Maria da Conceição Lafayette de Almeida (PPGERO -UFPE), da Profa. Dra. Maria José D’Elboux (FCM-UNICAMP) e do Prof. Ms. Isidoro Cruz Neto (UFMA).

Já a discussão do tema “Idosos nas mídias digitais” contará com as participações dos influenciadores Carla Leirner e Sylvia Loeb (@escritora_no_diva) e Luís Baron (@topassado).

Palestra e oficina tratam do uso das redes sociais pelo público senior. Imagem: Freepik.

O dia de encerramento do Geronto Meeting reservou ainda espaço para a palestra “Empreendedorismo Social – Centro Internacional de Longevidade”, pelo Prof. Dr. Alexandre Kalache, presidente do ILC-Brasil.

“No evento deste ano buscamos olhar para o público idoso considerando acontecimentos e transformações recentes que impactaram a população idosa, com o propósito de discutir e entender as mudanças que ocorreram e refletir sobre os desafios que temos pela frente e contribuições que podemos dar. Exemplos são a questão do ageismo, de forte repercussão, e o tema do empreendedorismo, que traz novas perspectivas a todos os que envelhecem, seja o profissional da Gerontologia seja o próprio idoso”, explica Lúcia Mourão.

Oficinas para o público 60+

No dia 19, das 14h às 17h, a programação do evento será exclusiva para a população idosa com idade igual ou superior a 60 anos. Para participar das oficinas os idosos deverão se inscrever e preencher um formulário eletrônico próprio (acesse AQUI). As oficinas terão vagas limitadas! Os participantes receberão um link do Google Meet para acessar as atividades nas quais se inscreveram.

A programação das oficinas terá as atividades de Pilates Online, Treinamento Funcional, MusicoTerapia, FakeNews e Nutrição.

Para mais informações sobre o II Geronto Meeting clique AQUI!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais
A solidão de idosos na pandemia no lugar onde o tempo parou