Imagem de Steve Buissinne por Pixabay

ONU e OMS intensificam ações pela Década do Envelhecimento Saudável (2020-2030)

A Organização das Nações Unidas (ONU) e particularmente a Organização Mundial da Saúde (OMS) estão intensificando os esforços para divulgação e implementação da Década do Envelhecimento Saudável, no período de 2020 a 2030. O maior número de óbitos por Covid-19, na faixa etária superior aos 60 anos, é um dos ingredientes que levam as Nações Unidas a incrementar as diretrizes e metas traçadas para a Década do Envelhecimento Saudável. O Dia Internacional das Pessoas Idosas, no próximo dia 1º de outubro, será uma ocasião especial para a divulgação da Década e seus propósitos.

Rápido envelhecimento – O rápido envelhecimento populacional, em todo planeta, é o motivo número um para a decisão das Nações Unidas em implementar a Década. Em 2030, quando ela terminar, o contingente de pessoas de 60 anos ou mais subirá dos atuais 1 bilhão para 1,4 bilhão. Em 2050, a estimativa é a de que os idosos com mais de 60 anos serão 2,1 bilhões.

      Neste ano de 2020, pela primeira vez na história o número de pessoas com mais de 60 anos supera o de crianças de até 5 anos. Em 2050 haverá o dobro de pessoas com mais de 60 anos em relação ao grupo de crianças de até 5 anos. O contingente de cidadãos com mais 60 anos crescerá substancialmente até 2050 nos países em desenvolvimento (incluindo o Brasil), dos atuais 700 milhões para 1,7 bilhão.

     As mulheres vivem mais que os homens. Hoje elas somam 54% da população com mais de 60 anos e entre 2020 e 2025 a esperança de vida ao nascer das mulheres aumentará em três anos em relação à dos homens.

Envelhecimento saudável – As Nações Unidas alertam que o aumento da esperança de vida ao nascer e o crescimento do número de idosos não significam necessariamente maior qualidade de vida durante o envelhecimento. De modo geral as políticas públicas no conjunto de países não respondem aos desafios derivados do rápido envelhecimento populacional.

     Para as Nações Unidas, envelhecimento saudável significa desenvolver e manter em idades avançadas a capacidade funcional que torna possível o bem estar. A capacidade funcional é determinada pela capacidade intrínseca de uma pessoa (quer dizer, pela combinação de todas as suas capacidades físicas e mentais), pelo entorno onde ela vive (entendido no seu sentido amplo, de entorno físico, social e político) e pelas interações entre ambos.

     O propósito da Década do Envelhecimento Saudável seria então articular vários atores pela criação de condições para que ao longo de toda a vida seja viabilizado o envelhecimento saudável e ativo, para todas as pessoas e não apenas para aquelas que eventualmente sofram de alguma doença no momento. Atenção especial para o ambiente onde as pessoas vivem, considerando que a capacidade intrínseca depende em grande medida dos entornos onde as pessoas vivem ao longo de sua existência.

Princípios – Os princípios que vão reger a Década do Envelhecimento Saudável, segundo as Nações Unidas, são: Interconexão e Indivisibilidade (todos os setores envolvidos aplicando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de forma conjunta), Caráter inclusivo (todos os segmentos participam dos esforços e devem ser beneficiados por eles), Alianças com múltiplas partes interessadas (visando compartilhar conhecimento, experiência, tecnologia e recursos), Universalidade (compromete a todos os países, independente de seu tamanho e condição de desenvolvimento), Não deixar ninguém para trás (os esforços da Década serão aplicados para todas as pessoas, independente de quem sejam e onde se encontrem, com foco em suas vulnerabilidades específicas), Equidade (promoção de oportunidades iguais para todos), Solidariedade intergeracional (facilitar a coesão social e o intercâmbio interativo entre gerações pela saúde e bem estar de todas as pessoas), Compromisso (a Década pressupõe um trabalho consistente e sustentado durante o período de dez anos e depois dele) e Não causar dano (compromete o conjunto de países a proteger o bem estar de todas as partes interessadas e a minimizar qualquer dano previsível a outros grupos de idade).

Visão da Década – A visão da Década do Envelhecimento Saudável é um mundo em que todas as pessoas possam viver uma vida longa e saudável.

Âmbitos de atuação – A Década do Envelhecimento Saudável será implementada em quatro âmbitos de atuação, interconectados entre si: (1) mudar a forma de pensar, sentir e atuar com respeito à idade e o envelhecimento; (2) assegurar que as comunidades fomentem as capacidades dos idosos: (3) oferecer uma atenção integrada e centrada nas pessoas e oferecer serviços de saúde primários que respondam às necessidades dos idosos: (4) proporcionar acesso à atenção crônica para as pessoas idosas que dela necessitem. O plano aprovado pelas Nações Unidas para a Década do Envelhecimento Saudável propõe então uma série de ações em cada um desses âmbitos, para a promoção da vida longa e saudável.

Alianças – Para a execução das ações, são fundamentais as alianças intersetoriais, defendem a ONU e a OMS. O estabelecimento de alianças pressupões ouvir as mais diferentes ideias e propostas a respeito de como alcançar o envelhecimento saudável. Compartilhar experiências, conectar pessoas e grupos que atuam pelo envelhecimento saudável, fortalecer lideranças, impulsionar a produção de dados, pesquisas e inovação para que os objetivos sejam alcançados, avaliar e medir resultados e ampla divulgação dos princípios, objetivos e ações relacionados à Década do Envelhecimento – algumas das iniciativas previstas para o período.

Dia Internacional das Pessoas Idosas – O ano de 2020 marca os 75 anos das Nações Unidas e os 30 anos de criação do Dia Internacional das Pessoas Idosas. Considerando a emergência da pandemia de Covid-19, os esforços em torno da lembrança da data em 2020 serão voltados a chamar a atenção para as necessidades especiais dos idosos, que têm sido as maiores vítimas fatais da doença. O dia 1º de outubro de 2020 será igualmente dedicado à maior divulgação da Década do Envelhecimento Saudável, em conjunto com o fortalecimento da difusão dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, em especial o ODS 3, que objetiva “garantir uma vida saudável e promover o bem-estar de todas as idades”.  O tema geral do Dia Internacional das Pessoas Idosas em 2020 é, então: Pandemias: elas mudam como lidamos com a idade e o envelhecimento?

Documento completo com os propósitos e plano de ação da Década do Envelhecimento Saudável (em espanhol) aqui

Maiores informações sobre a Década do Envelhecimento Saudável aqui

Maiores informações sobre o Dia Internacional das Pessoas Idosas aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais
ATIVIDADE FÍSICA E JOGOS SÃO IMPORTANTES PARA OS IDOSOS ENFRENTAREM PANDEMIA, ALERTA ESPECIALISTA