Programa Neo Acelera, da Neo Química

Neo Acelera, da Neo Química, comprova vigor de negócios sociais ligados à longevidade no Brasil

Uma plataforma que promove a relação intergeracional, uma equipe multidisciplinar que ensina idosos a jogar e a desenvolver games visando o desenvolvimento cognitivo, um programa para mulheres 60+ praticarem dança e exercícios físicos, uma empresa que oferece curso de formação de cuidadores de idosos com baixo custo e realizado à distância pelo celular, uma comunidade que promove a inclusão digital para a pessoa idosa e uma Health Tech especializada em telemedicina, que integra serviços da área da saúde íntima masculina. Com essa ampla abrangência, a Neo Acelera, programa de aceleração da Neo Química, escolheu seis negócios sociais associados à promoção da longevidade. A diversidade das temáticas abrangidas e o grande número de participantes no processo seletivo atestam o vigor e o potencial dos negócios sociais vinculados à longevidade no Brasil.

Com o tema “Longevidade Ativa”, a aceleradora Neo Acelera se propôs nessa edição a apoiar empreendimentos inovadores desenvolvidos por startups, focados nos desafios da maturidade, que já impactem seu público alvo e tenham potencial para ganhar escala. “Buscamos negócios sociais que tragam inovações e soluções reais para os principais desafios enfrentados por uma população que é cada vez mais longeva e carente de soluções específicas para as suas necessidades”, explicou Natalia Niro, gerente executiva da Neo Química, na edição #05 do Podcast LongeviNews (aqui).

Os negócios escolhidos são de São Paulo (SP), Brasília (DF), Natal (RN) e Florianópolis (SC).  Eles foram escolhidos entre 441 negócios inscritos no programa, que está em sua segunda edição e foi desenvolvido em parceria com a unidade de inovação corporativa da Yunus Negócios Sociais, com apoio da Pipe.Social e da consultoria Hype60+.

“Sabemos que a população madura enfrenta diversos desafios socioeconômicos, evidenciados ainda mais pela pandemia que estamos vivendo. Temos que lembrar que estamos falando de uma grande parcela de brasileiros: atualmente as pessoas com mais de 60 anos já chegam a cerca de 30 milhões no país. Portanto, a diversidade dos negócios selecionados busca atender às variadas demandas deste grande público, que cresce cerca de 3% ao ano no mundo”, afirma Natália Niro, sobre o resultado do processo de seleção.

Os empreendedores selecionados passarão por um programa de três meses de aceleração, com treinamentos imersivos e mentorias online, envolvendo especialistas do mercado e a equipe da Yunus Negócios Sociais. Toda a jornada da aceleração foi adaptada para a realidade virtual, explorando metodologias adequadas ao contexto atual. Ao final, um dos empreendimentos poderá receber um aporte de R$ 150 mil para se desenvolver, aumentando o impacto do negócio.

A marca, como líder e pioneira nos segmentos em que atua, afirma que considera importante participar deste universo de inovação e contribuir para impulsionar negócios sociais. A Neo Química teve experiências muito bem sucedidas com a aceleração do ano passado, que teve foco na saúde primária e resultou no fortalecimento da startup vencedora, a UP Saúde, e numa parceria de outra participante, a Oriente-me, com a plataforma Neo Pharma.

Oportunidades e desafios no mercado da longevidade

Na visão da Hype60+, os negócios selecionados são prova de que o mercado da longevidade está crescendo e se solidificando cada vez mais no Brasil. “Todos eles apresentam propostas claras de melhoria na vida dos brasileiros maduros com soluções diversas e inovadoras, além de serem empreendedores capacitados e engajados em transformar nosso país para melhor”, diz Layla Vallias, consultora da entidade e uma das coordenadoras da pesquisa Tsunami 60+.

“O volume de inscrições mostra a relevância e necessidade urgente de pensarmos em soluções para os desafios do envelhecimento e um olhar para a população madura, em um mercado que está em constante evolução”, complementa Mariana Fonseca, CEO da Pipe. Social.

Túlio Notini, diretor da unidade de Corporate Innovation da Yunus Negócios Sociais, destaca os desafios à frente dos empreendedores. “Sendo essa a primeira aceleração de impacto social voltada para os desafios da longevidade no Brasil, sabemos que temos um papel importante ao apoiar o desenvolvimento do próprio setor e alargar as discussões sobre o tema, destravando novas oportunidades de impacto social. Os negócios sociais selecionados estão à altura desse desafio e nossa missão é ajudá-los a expandir o seu impacto, especialmente encontrando estratégias para populações de baixa renda”.

A opinião dos negócios selecionados

Os representantes dos seis negócios sociais escolhidos foram ouvidos pelo Portal LongeviNews, sobre o resultado do concurso e as suas expectativas em relação ao futuro, com os treinamentos e aceleração. Seguem as opiniões, publicadas na íntegra, como foram recebidas:

Acvida promove a formação continuada de cuidadores (Divulgação)

Acvida Cuidadores (Brasília, DF) – A empresa nasceu em Brasília, da percepção de mercado de seu fundador, o empresário Adriano Machado, a partir de uma necessidade familiar. Aliando essa demanda a uma visão fundamentada por pesquisas de mercado sobre envelhecimento populacional, realizadas com profissionais de saúde do Brasil e do exterior, o empresário vislumbrou a oportunidade de criação de um negócio social erguido sobre as bases: personalização do atendimento ao cliente e a formação (capacitação continuada) dos profissionais cuidadores. O curso de formação de cuidadores pode ser cumprido de forma remota, pelo celular, e também é oferecida a possibilidade de estágio presencial e certificação para atuação profissional. Os cuidadores ganham exposição ao mercado por meio de uma plataforma e a contratação ocorre diretamente pelo cliente.

Opinião de Adriano Machado, fundador da Acvida: “Fficamos muito felizes e estamos empolgados para iniciar o Neo Acelera. Nossa expectativa é trazer mais qualidade de vida aos idosos dependentes, além de oportunidades de trabalho aos cuidadores, neste momento tão delicado por que passa nosso país. Esperamos que o processo de aceleração nos ajude a expandir nosso modelo, muito bem recebido em Brasília-DF e Recife-PE, para São Paulo e Rio de Janeiro ainda em 2020, e para todas as capitais do Brasil até o final de 2021”.

Apresentação de Divas Dance antes da pandemia (Divulgação)

Divas Dance (Brasília, DF) – Por indicação médica e amor à dança, entre outros motivos, elas chegaram pouco a pouco à academia Vip Training, em Brasília, e foram se unindo como se já se conhecessem há muito tempo. A cada aula, a cada música, elas vibravam e abraçavam todas as novas amigas que chegavam. Assim nasceu o projeto Divas Dance, que hoje conta com um grupo de mulheres de idade entre 50 e 85 anos. Roberta Marques, idealizadora das Divas, conta que a base do trabalho é o espírito alegre da dança, transitando pelos mais diversos ritmos, que trazem energia para o corpo e alegria para a alma. Assim, o Divas Dance se consolidou como um programa para mulheres 60+ praticarem atividades físicas, misturadas a passos de dança de ritmos variados, promovendo saúde, inclusão e empoderamento.

Opinião de Roberta Marques, a idealizadora de Divas Dance: “Nós estamos vendo a seleção como um grande prêmio, vindo em um momento fundamental já que a pandemia atrapalhou muito as nossas atividades. Em relação à nossa expectativa sobre os treinamentos, esperamos encontrar novos caminhos e ajustar o que nós já fazemos há 10 anos para chegar em mais mulheres que podem desfrutar do projeto Divas Dance”.

DrPocket promovendo o Novembro Azul (Divulgação)

DrPocket (Florianópolis, SC) – DrPocket é uma Health Tech especializada em telemedicina, que integra serviços da área da saúde íntima masculina, oferecendo diagnóstico, avaliação, prescrição, monitoramento e logística de entrega de todos os produtos e serviços necessários para a gestão da saúde biopsicossocial, de forma fácil e privativa. Sua atividade se baseia em integrar médicos, fisiologistas, nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e farmacêuticos, visando desenvolver melhores e mais rápidas soluções para enfermidades (excluindo casos emergenciais, cirúrgicos e de grau grave). Seu principal objetivo é utilizar o formato multidisciplinar para melhor atender na área da saúde masculina. Assim a empresa procura disponibilizar metodologias mais ágeis e confortáveis na busca de soluções para disfunções sexuais e também preventivos do câncer de próstata.

Opinião de Alexandre Calaes: “A participação da DrPocket no concurso Neo Acelera é motivo de orgulho mas principalmente de esperança. Há alguns anos nossa organização vem lutando por uma qualidade de vida ativa dos Adultos 50+ em relação a sua saúde x (sexual) e íntima. Entendemos que o programa de Aceleração desenvolvido pela maior indústria Farmacêutica do Pais em conjunto com a mais nobre instituição de ‘Capitalismo Social’, a Yunus (do ganhador do Prêmio Nobel) e ainda com a plataforma Pipe Social representa a chegada definitiva dos olhos do mercado e sociedade a dor da maturidade. Nesse programa vamos avançar muito na solução de problemas reais do setor da sociedade que mais merece ajuda.
A presença da DrPocket entre os selecionados é mérito dos gestores do programa Neo Acelera pois conseguiram identificar no mercado um seleto grupo de empresas que estão conseguindo resultados extraordinários ajudando no engajamento de pacientes. Nesse sentido, nossa presença vai ser avassaladora e comprometida em mudar o status quo da assistência à saúde crônica da população de Adultos + Idosos. Portanto, esperamos colaborar e mostrar os resultados de mais de 100% de crescimento do negócio em relação aos tratamentos propostos e utilizados por nossos pacientes.
As expectativas em relação a aceleração são de aumento de nossa abrangência social captando parte mais significativa dos maduros das classes menos favorecidas (D, E e F) já que tivemos ótimo resultados com as classes A, B e C da população de Adultos + Idosos. Nesse diapasão, cristalino o futuro onde a Alta Tecnologia se junta a Assistência à Saúde da Maturidade. Portanto, estamos convictos que vamos alcançar os objetivos de aceleração do negócio por meio de investimentos e parcerias criadas com o programa.
Em relação aos Treinamentos previstos no programa de aceleração esperamos que sejam os melhores que já tivemos em outras projetos de aceleração que participamos pois o Neo Acelera é o único do país voltado ao Capitalismo Social, uma vertente do capitalismo que entende as mazelas da população e propõe soluções reais que impactam de fato a vida de pessoas. Acreditamos muito que os Mentores são os melhores do mercado e que as instituições por trás do programa são as mais bem intencionadas do Brasil”.

Aplicativo Cérebro Ativo, da ISGAME (Divulgação)

ISGAME (São Paulo, SP) -A International School of Game foi criada com aulas de desenvolvimento de videogames, em 2014 para crianças e já em 2015 para idosos. Em 2018 começou o desenvolvimento do aplicativo Cérebro Ativo, para idosos, como parte do Programa Inovativo para Pequenas Empresas (PIPE) da Fapesp). Em 2019 a ISGAME começou a participar de pesquisa em estimulação cognitiva com videogames (Cérebro Ativo) em idosos, em parceria com a Unifesp e apoio do CNPq. Com o isolamento social, em 2020 são executadas atividades online em parceria com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo. Assim, mantém atividades presenciais e online para adultos 50+, com o aplicativo Cérebro Ativo e licenciamento dos cursos, tendo como pilares o impacto social, a integração intergeracional e o uso de jogos e tecnologia.

Opinião de Fabio Ota, CEO da ISGAME: “A nossa expectativa está muito alta, muito em função da ótima proposta do Programa e da parceria com a Yunus Corporate Social Innovation. Acredito que é uma grande oportunidade para melhorarmos nosso modelo de impacto social e nos prepararmos para a Internacionalização da ISGAME”.

Exemplo de serviço prestado pela equipe de Mais Vivida (Divulgação)

Mais Vivida (São Paulo, SP) – Plataforma que promove uma relação intergeracional, conectando jovens em busca de trabalho com propósito e maduros que necessitam de companhia em atividades diversas, estímulo cognitivo e inclusão digital. A plataforma se define como o amadurecimento do sonho de três sócios com uma mesma ideia: fazer com que vividos (como chamam os idosos) sintam-se produtivos física e intelectualmente. “E escolhemos fazer isso com o auxílio de jovens (os chamamos de Anjos) que buscam um trabalho com propósito social“, afirma o site da Mais Vivida. Durante a pandemia, a Mais Vívida mobilizou seu time de anjos para atuar de forma voluntária e gratuita para os idosos que estão em isolamento social como forma de proteção e prevenção ao novo coronavírus. Um canal de apoio nesse sentido foi aberto no site da plataforma.

Opinião de Viviane Palladino, CEO da Mais Vivida: “Estar entre as 6 startups selecionadas para a aceleração da NeoQuímica, o NEO ACELERA, é para nós já uma grande vitória, porque foram mais de 400 startups inscritas com enfoque no tema longevidade ativa. Mostra que o trabalho que estamos fazendo tem um diferencial no mercado. E tem potencial. Durante o programa, queremos colher aprendizados tanto dos mentores quanto das outras startups, superando os pontos críticos de desenvolvimento da startup e impactando a vida de mais idosos”.

Atividade da Senior Geek antes da pandemia (Divulgação)

Senior Geek (Natal, RN) – Senior Geek oferece comunidade, eventos, cursos e formações para inclusão digital do público 60+, “desmistificando e os aproximando da tecnologia, impactando diretamente sua independência, autonomia e autoestima”. São oferecidos, por exemplo, cursos e workshops sobre e-commerce, acesso a plataformas como a Zoom (avançado e básico), organização de fotos e vídeos em nuvem e técnicas associadas ao whatsapp. Durante a pandemia, Senior Geek tem promovido, em parceria com Unibes Cultural, encontros virtuais, sobre temas como Negócios de Impacto e Tecnologia, Startup 60+, Direito Digital e Proteção de Dados, O que é Inteligência Artificial e 5G & Internet das Coisas. Um amplo espectro, aproximando o público 60+ do universo tecnológico contemporâneo.

Opinião de Ricardo Pessoa, CEO de Senior Geek: “Ter nosso projeto  selecionado nos deixou extremamente felizes. Sinaliza que estamos no caminho certo e a divulgação da seleção dá mais visibilidade a nosso projeto e o torna mais conhecido. A aceleração provê interlocutores válidos com quem podemos interagir e discutir nossos desafios e dificuldades. Um espaço de aprendizado, avaliação e análise que raramente encontramos em nosso cotidiano tumultuado de startup. O que esperamos? Crescer, com o apoio de mentores, parceiros, patrocinadores e clientes, que estamos certos de encontrar no programa”.

 

 

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais
Operação Estiagem começa hoje em Campinas com foco especial na proteção aos idosos